Como escolher nome de bebê

Escolher o nome dos nossos filhos é tarefa árdua. Existe um expectativa enorme sobre isso, afinal esse nome pode trazer benção e alegria ou se tornar um problema, trauma e confusão e a decisão é dos pais sobre que rumo esse história vai tomar.

Existem momentos que alguns nomes viram “viral”, todo mundo coloca o mesmo nome nos seus filhos. Cada ano um nome é o nome da vez. Porém, tem aqueles que gostam de variar, dar uma de Valdirene e colocar Mary Jane, Michael Jackson, Neymar Junior. Enfim, vocês entenderam.

Mas, para cuidar dos próximos bebês que virão e ajudar você mãe e pai a dar um futuro mais digno ao seu filho aqui vão algumas dicas (rsrs):

  1.  O nome é do seu filho e não seu: muitos pais escolhem o nome do filho pensando em sua própria satisfação, status ou sei lá o quê, menos na realidade que a criança era que viver. Você pode achar um nome em um filme legal, mas não quer dizer que convêm colocá-lo em uma criança, principalmente em um país com cultura diferente. Pense: será que meu filho vai gostar desse nome? Será que não sofrerá criticas com ele? Se o nome for diferente, pergunte às pessoas o que elas acham, isso ajudará na escolha. Lembre-se: ame seu filho e já ajude desde agora fazendo boas escolhas.
  2.  Ouça o conselho das pessoas, mas entenda que a decisão é sua. Muitas pessoas vão pelo que os outros pensam. Uma coisa é ouvir opiniões de pessoas e colocá-las na balança, outra coisa é deixar-se influenciar em tudo, ir pelo que os outros vão pensar. Se você gostar de algum nome (e ele não for estranho e prejudicial ao seu filho), mas alguém falar e não gostar é normal e isso vai sempre acontecer. Pense no melhor para sua criança, na verdadeira intenção de colocar esse nome e se o pai ou a mãe do bebê estão em acordo com isso. O restante não dá para mudar.escolher nomes para bebê
  3.  Verifique se cabe mesmo dar continuidade aos nomes dos avós e mais (Junior, filho, neto): Eu, pessoalmente, acho ultrapassado essa história de repetir nomes já existentes ainda colocando Junior, filho ou neto no sobrenome. Acho que cada pessoa deve ter sua individualidade e identidade, isso ajuda na formação do ser.
  4.  Escolha um nome que vem junto uma lição, benção, uma palavra boa, um significado legal: Um nome, só por ser nome é ruim. Um dia todos nós vamos atrás do significado do nosso nome e é super bom saber que ele tem um significado bom, algo que nós dá uma caracterisca legal e que é uma benção. Assim, escolha um nome que vem junto uma missão, uma chamado, uma benção para sua criança, isso fará diferença para ele.
  5.  Pense em que tipo de problemas possam surgir com esse nome: Existem nomes que tem duplo sentido, sentido pejorativo, pessoas podem fazer piadas e ninguém é obrigado a superar tudo. Evite problemas, pense no bem estar dele ou dela. Pesquise também para ver se o nome e o sobre nome da criança já não foram registrado  em alguém algum dia. Pessoas com nomes e sobre nomes idênticos podem ter problemas no futuro em relação a registro em bancos, cadastro em empresas, órgãos federais.
  6.  Se o nome combina com o sobre nome que você deseja usar: Tem nomes que não combinam nada com o sobre nome da pessoa. Nomes com origens totalmente diferentes e que não hora de pronunciar parecem palavras soltas e desconectadas. Escolha um conjunto que seja bonito de ler e falar, que combine, isso pode ajudar no futuro até com a profissão que criança escolher, como médicos, advogados e engenheiros.
  7.  Verifique a sonoridade e pronuncia: Como já disse, o nome pode produzir sons que induzem a pensar em algo, trazem criticas, principalmente quando criança na escola. Eu sei que todos os nomes podem de alguma forma serem distorcidos e usados para criticar alguém, porém existem algum que todos sabemos que pode ser pior.nomes para bebê
  8.  Nome que não seja ruim na história, na região em que mora ( Exemplo Hitler): Existem pais que colocam nomes sem saber a história do nome. Hitler é o mais famoso e não dá para acreditar que alguém pode colocar esse nome em algum filho, mas já aconteceu. Nomes com peso histórico forte pode causar um impacto grande na realidade da criança que não tem nada a ver com o contexto. Evite homenagens, dê identidade e não fardo ao seu bebê.
  9.  Não seja brega. Evite colocar Y, W, K, L, M, PH, C além da conta: Já vimos isso também. Nomes como Sophia, Victor, Kamylla, Wallace, Emmannuelle, enfim. É feio e brega. Essa pessoa vai crescer um dia e como vai ser? Pense no futuro.
  10. Nomes compostos que não tem nada a ver um com outro: Aline Cristina, Clara Vitoria, Rebeca Julia, Marcela Aline, Ângela Angelica, Jessica Paula. Credo! Escolha nomes que combinem e fiquem sofisticado e de bom gosto. Sua filha não deve ser personagem de novela mexicana!

Piores nomes de pessoas: Fanuela, Licurgo, Amilcar, Locksley, Martonyelle, Aleteia, Gelyvan, mais nomes clique no Yahoo Answers

Melhores nomes na opinião do blog: Ester, Camilla, Calebe, Angelica, Aline, Julia, Clara, Maria Clara, Vitor, André, Estevão, Ricardo, Henrique, Paulo, Gustavo, Caio, Atos, Giovana, enfim nomes comum, nada de excentricidades.

Gostou? Comente ai